top of page

O que fazer quando se está infeliz em um relacionamento?

Talvez essa pergunta tenha feito da parte da sua vida.


Quando o relacionamento está passando por uma crise, surge o questionamento: continuar nessa relação, dando uma segunda chance para o outro OU encerrar e tentar algo novo?

Quando ainda é possível enxergar possibilidades para o relacionamento, vale a pena persistir, compreendendo que persistir é diferente de insistir, ou seja, quando insisto eu continuo agindo da mesma maneira e esperando um resultado diferente,no entanto, quando persisto eu utilizo novas estratégias para o mesmo objetivo.

Portanto, para dar uma segunda chance ao outro, é preciso que este elabore o aconteceu e apresente uma situação nova, é necessário propor algo novo, para que de fato haja mudanças. Caso contrário, vai ficar tudo no mesmo lugar, só vai ser mais do mesmo.

Sendo assim, se o outro somente promete mudanças, mas na prática os padrões de comportamento se repetem, é necessário ficar com o pé atrás e repensar essa relação.

O que ocorre é que por receio de mudanças, de vivenciar o novo, muitas pessoas ficam atreladas a uma relação infeliz e desgastada, ao invés de se abrir para novas possibilidades. Não é fácil encerrar uma história e assim a pessoa permanece naquilo que é conhecido, mas, que não é bom.

Nesse sentido, o filósofo Mário Sérgio Cortella diz que “Raízes não são âncoras... Na vida, nós devemos ter raízes, e não âncoras. Raiz alimenta, âncora imobiliza. Quem tem âncoras vive apenas a nostalgia e não a saudade. Nostalgia é uma lembrança que dói, saudade é uma lembrança que alegra".

Psic. Andréia Medina


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加
bottom of page