top of page

Meu par é manipulador(a)?

Se praticamente todas as pessoas casadas gostariam de ver mudanças no cônjuge: “como fazer o outro mudar?”.


Gary Chapman, relata que depois de trinta anos aconselhando casais, chegou a uma conclusão: todas as pessoas casadas gostariam de ver mudanças no cônjuge.

Portanto, “como fazer o outro mudar?”.


Talvez você possa pensar: sem manipulação é possível? A questão é que as mudanças resultantes de manipulação são sempre acompanhadas de ressentimento e o ressentimento afasta as pessoas.


A manipulação reduz o relacionamento a uma negociação de contrato: “Se você fizer isso, farei aquilo”. As piores formas de manipulação não passam de uma tentativa por parte de um dos parceiros de controlar o outro: “Se você não fizer isso...”.


Talvez essa ameaça assuste o outro o suficiente para concordar em mudar, mas a mudança será externa e temporária. A verdadeira mudança vem de dentro, não de circunstâncias manipuladoras.


O primeiro passo para mudanças genuínas é reconhecer as suas próprias falhas e buscar a sua própria mudança, antes de que querer mudar o outro.


Referencia: CHAPMAN, Gary. Como mudar o que mais irrita no casamento. São Paulo: 2007.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page